Mad Men

Ao contrário do Globo de Ouro, o EMMY tem uma certa relutância em premiar uma série nova, pois muitas vezes há uma certa necessidade em consagrar uma série, que os shows novos ficam apenas com a indicação. Claro que essa consagração nem sempre acontece (Six Feet Under), ou às vezes demora um pouco para chegar (Sopranos), mas de algum modo “as antigas” têm uma certa preferência.

Fazendo uma pequena pesquisa de 6 anos atrás, o EMMY indicou na categoria de Melhor Série (Drama/Comédia) 9 séries, sendo que 3 saíram vencedoras, porém essas três possuem características próprias para sua vitória, na verdade duas possuem a mesma característica que seria o risco de cancelamento (30 Rock e Arrested Development), claro que o EMMY não premiou-as apenas para salvar do cancelamento e para aumento de público, a qualidade também conta, mas é uma observação interessante. Já a outra série premiada, Lost, é um caso curioso, pois afirmar que foi hype pode ser um pouco pretensioso, mas o que é mais intrigante é como o EMMY a esnobou nos dois anos posteriores, será qualidade que caiu, ou o hype serviu como pretexto para o prêmio?

Enfim, não há como afirmar se há um padrão nas indicações ao EMMY, mas podemos afirmar que haja um padrão nos prêmios finais.

Aqui tem as séries que foram indicadas em suas primeiras temporadas:

  • 2007DRAMA: Heroes / COMÉDIA: Ugly Betty, 30 Rock (Vencedora)
  • 2006 – Nenhuma série nova indicada
  • 2005DRAMA: Lost (Vencedora) / COMÉDIA: Desperate Housewives
  • 2004DRAMA: Joan of Arcadia / COMÉDIA: Arrested Development (Vencedora)
  • 2003 – Nenhuma série nova indicada
  • 2002DRAMA: Six Feet Under, 24 Horas

Esse ano nós temos uma quantidade significativa de séries novas, algumas séries novas, algumas com chances de entrar na categoria de Série (Drama/Comédia), outras com chances de entrar nas categorias de atuação e algumas apenas só na parte técnica.

  • DRAMA:

Mad Men – Talvez a indicação mais óbvia desse ano, além do hype, há todas as indicações de prêmios anteriores, sem contar os ex-produtores de Sopranos por trás da série.
Chances: Série, Ator (Jon Hamm), Atriz Coadjuvante (January Jones), Ator Coadjuvante (John Slattery), Direção, Roteiro, além de outras categorias técnicas.

Damages – Uma série com uma atriz renomada do cinema, algo que já pode dizer muito.
Chances: Série, Atriz (Glenn Close), Atriz Coadjuvante (Rose Byrne), Ator Coadjuvante (Ted Danson), Direção, Roteiro, além de outras categorias técnicas.

Breaking Bad – Um ator renomado na TV, tentando se desvincular de uma imagem de papel cômico.
Chances: Ator (Bryan Cranston), Direção, Roteiro, além de categorias técnicas.

Dirty Sexy Money – Um elenco renomado (o que nem sempre é muito, vide Brothers and Sisters), mas que ás vezes faz a diferença.
Chances: Ator Coadjuvante (Donald Sutherland), Atriz Coadjuvante (Jill Clayburg), além de categorias técnicas.

In Treatment – Uma inovação, além de ser da HBO, talvez o formato diário assuste um pouco.
Chances: Ator (Gabriel Byrne), Atriz Coadjuvante (Dianne Wiest), Ator Coadjuvante (Blair Underwood), Ator Convidado (Glynn Turman), além de categorias técnicas.

Saving Grace – Mais um show que necessita da força da personagem principal.
Chances: Atriz (Holly Hunter), além de categorias técnicas.

  • COMÉDIA:

Pushing Daisies – Parece muito óbvio a indicação dessa também, mas o EMMY pode surpreender e deixá-la de fora de Melhor Série.
Chances: Série, Ator (Lee Pace), Atriz Coadjuvante (Kristin Chenoweth), Ator Coadjuvante (Chi McBride), Atriz Convidada (Molly Shannon), Roteiro, Direção, além de outras categorias técnicas.

Aliens In America – OK, um pouco de sonho é sempre bom, mas a série tem um certo apoio da crítica.
Chances: Em um mundo perfeito Amy Pietz já estava indicada como Melhor Atriz.

The Big Bang Theory – Bem já existe uma sitcom clássica que provavelmente será indicada na categoria principal (Two and a Half Men), mas as categorias de atuações podem surpreender.
Chances: Ator (Jim Parsons), Atriz Convidada (Laurie Metcalf), além de categorias técnicas.

Californication: A volta de David Duchovny em um papel totalmente diferente de sua antiga série, mesmo caso de Breaking Bad.
Chances: Ator (David Duchovny), Direção, além de outras categorias técnicas.

Reaper: Assim como Aliens In America possui poucas chances, mas pode surpreender na categoria de ator coadjuvante.
Chances: Ator Coadjuvante (Ray Wise), além de categorias técnicas.

Samantha Who?: Uma série de atuações, e deve se resumir a isso no EMMY.
Chances: Atriz (Christina Applegate), Atriz Coadjuvante (Jean Smart), além de categoria técnicas.

Claro que há outras séries novas, mas essas foram as que realmente chamaram atenção dos críticos, público e de outras premiações, então provavelmente serão as séries em que EMMY vai prestar atenção, caso tenha esquecido de alguma basta deixar um comentário dizendo qual é a série e quais chances ela tem.