Análise completa dos Tops 10 (e 11) de todas quatro categorias de atuações dramáticas:

 

Ator Coad Drama

Naveen Andrews, “Lost” (“The Economist”)
Bruce Dern, “Big Love” (“Good Guys and Bad Guys”)
Christian Clemenson, “Boston Legal” (“Roe vs. Wade, The Musical”)
Ted Danson, “Damages” (“Jesus, Mary and Joe Cocker”)
Michael Emerson, “Lost” (“The Shape of Things to Come”)
Zeljko Ivanek, “Damages” (“I Hate These People”)
T.R. Knight, “Grey’s Anatomy” (“Freedom, Parts 1 & 2”)
William Shatner, “Boston Legal” (“Mad About You”)
John Slattery, “Mad Men” ( “Long Weekend”)
Blair Underwood, “In Treatment” (“Alex: Week 6”)
Jake Weber, “Medium” (“Wicked Game, Part 1”)

 

6/11 – Prevendo Larroquette, O’Quinn, Ian Cusick e Sutherland ao invés de Dern, Clemenson, Ivanek, Knight e Weber

 

Fiquei tão feliz em saber que o Weber conseguiu entrar entre os semi-finalistas, ela estava tão bem nessa temporada de Medium e já era hora de receber alguma atenção nas premiações.

 

Entre os atores que não consegui prever: Bruce Dern surgiu do nada, é o tipo de coisa que não tinha como se ter previsto; Christian Clemenson já venceu um Emmy como convidado por esse mesmo papel e foi indicado novamente ano passado então não é como se ele fosse uma cara nova, mesmo assim achei que os votantes iriam preferir o veterano Larroquette no seu lugar; Ivanek vem seguindo o sucesso de Damages, mas conseguir uma indicação aqui vai ser difícil; Knight entrou por que…eles gostam de Grey’s?

 

Atriz Coad Drama

Jane Alexander, “Tell Me You Love Me” (Episode 10)
Candice Bergen, “Boston Legal” (“The Mighty Rogues”)
Rose Byrne, “Damages” (“Because I Know Patty”)
Jill Clayburgh, “Dirty Sexy Money” (“The Watch”)
Sharon Gless, “Burn Notice” (“Identity”)
Rachel Griffiths, “Brothers and Sisters” (“Domestic Issues”)
Christina Hendricks, “Mad Men” (“Babylon”)
S. Epatha Merkerson, “Law and Order” (“Bottomless”)
Sandra Oh, “Grey’s Anatomy” (“The Becoming”)
Dianne Wiest, “In Treatment” (“Paul and Gina: Week ?”)
Chandra Wilson, “Grey’s Anatomy” (“Lay Your Hands on Me”)

 

7/11 – Prevendo Jones, Ramirez e Wettig ao invés da Alexander, Gless, Hendricks e da Wiest.

 

Nem vou começar a falar das veteranas que entraram aqui, apesar respeitá-las acho que havia muitas pessoas melhores. Entre as omissões a maior delas fica por conta da January Jones que eu achava que já indicação garantida por Mad Men. Para nossa surpresa a colega de trabalho da Jones, Christina Hendricks conseguiu uma vaga.

 

Atriz Drama

Patricia Arquette, “Medium” ( “Aftertaste”)
Glenn Close, “Damages” (“Pilot”)
Minnie Driver, “The Riches” (“Dead Calm”)
Sally Field, “Brothers and Sisters” (“History Repeating”)
Mariska Hargitay, “Law and Order: Special Victims Unit” (“Undercover”)
Holly Hunter, “Saving Grace” (“Tacos, Tulips, Duck and Spices”)
Elisabeth Moss, “Mad Men” (“The Hobo Code”)
Mary McDonnell, “Battlestar Galactica” (“Faith”)
Kyra Sedgwick, “The Closer” (“Manhunt”)
Jeanne Tripplehorn, “Big Love” (“Take Me As I Am”)

 

8/10 – Prevendo Flockhart e Lilly ao invés de McDonnell e Moss (as vezes é bom estar errado)

 

A inclusão da McDonnell nessa lista me deixa tão feliz, ela (e todo o elenco de BSG) já deveria ter tido algum tipo de reconhecimento e apesar de ter vindo tarde, fico feliz que esse dia chegou. A inclusão da McDonnell quase faz compensar a omissão da Calista Flockhart, que merecia ser indicada no lugar de 90% dessa lista.

 

Por outro lado, gostei que eles não indicaram nem a Lilly nem a Pompeo, que só ganham reconhecimento pelo sucesso de seus seriados.

 

Ator Drama

Gabriel Byrne, “In Treatment” (“Paul and Gina: Week 4”)
Kyle Chandler, “Friday Night Lights” (“Last Day of Summer”)
Bryan Cranston, “Breaking Bad” (“Pilot”)
Patrick Dempsey, “Grey’s Anatomy” (episode?)
Michael C. Hall, “Dexter (“There’s Something About Harry”)
Jon Hamm, “Mad Men” (“The Wheel”)
Eddie Izzard, “The Riches” (“Last Temptation of Wayne”)
Hugh Laurie, “House” (“House’s Head”)
Denis Leary, “Rescue Me” (“Babyface”)
James Spader, “Boston Legal” (“The Court Supreme”)

 

8/10 – Prevendo Rhys-Meyer e Paxton ao invés do Dempsey e do Chandler

 

Nada de surpreendente por aqui, teria sido ótimo se o Edward James Olmos tivesse entrado aqui, mas não vamos exagerar. Quem sabe ano que vem…